Back

ⓘ Acetato de estradiol




Acetato de estradiol
                                     

ⓘ Acetato de estradiol

O acetato de estradiol, é um fármaco estrogênico usado em terapia de reposição hormonal para tratar sintomas de menopausa em mulheres. Pode ser administrado uma vez ao dia por via oral ou como anel vaginal a cada três meses.

Os efeitos colaterais do acetato de estradiol mais comuns são sensibilidade mamária, aumento da mama, náusea, dor de cabeça e retenção de líquidos. O acetato de estradiol é um estrogênio sintético por isso, assim como o estradiol, atua como agonista do receptor de estrogênio. É um éster de estrogênio e um pró-fármaco do estradiol. É considerado um produto natural e biossimilar ao estrogênio.

O acetato de estradiol foi aprovado para uso médico em 2001. Está disponível nos Estados Unidos e Reino Unido.

                                     

1. Usos médicos

O acetato de estradiol é usado como um componente de terapia de reposição hormonal TRH para tratar e prevenir sintomas menopausa, como ondas de calor e osteoporose em pessoas que menstruam.

Pesquisas da Womens Health Initiative indicaram elevação dos riscos para a saúde de mulheres durante a menopausa ao usar estrogênios sem oposição de progestágenos. É recomendado que estrogênios com ou sem progestágenos sejam prescritos em doses eficazes mínimas e por duração consistente com os objetivos do tratamento e os riscos para cada mulher.

                                     

2. Contraindicações

As contraindicações dos estrogênios incluem problemas de coagulação doenças cardiovasculares hepáticas e certos tipos de câncer sensíveis a hormônios, como câncer de mama e endométrio.

                                     

3. Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais do acetato de estradiol são iguais aos do estradiol. Exemplos de tais efeitos colaterais incluem aumento e sensibilidade mamária, náusea, flatulência, edema retenção de líquidos), cefaleia e melasma.

                                     

4. Farmacologia

Farmacodinâmica

O acetato de estradiol é um éster de estradiol e pró-fármaco do estradiol. Como tal, é um estrogênio ou um agonista dos receptores de estrogênio. O acetato de estradiol tem uma massa molecular aproximadamente 15% maior que o estradiol devido à presença do éster de acído etanoico. Como o acetato de estradiol é um pró-fármaco do estradiol, ele é considerado uma forma natural e bioidêntica de estrogênio.

Farmacocinética

Tratando-se de um pró-fármaco, o acetato de estradiol é metabolizado e convertido em estradiol no organismo.

                                     
  • comparativos por exemplo da tibolona com o E2NETA acetato de noretisterona e estradiol - TH convencional onde a Tibolona apresenta melhores resultados como:
  • refere - se a um grupo reduzido de contracetivos orais de emergência femininos compostos pelo acetato de ulipristal, a mifepristona e o levonorgestrel aos
  • o estradiol progesterona hormônios sexuais femininos testosterona hormônio sexual masculino zeranol, acetato de trembolona, e acetato de melengestrol
  • para a supressão menstrual com tais condições. As opções apenas de progestina acetato de medroxiprogesterona, progestina oral são adequadas para estes
  • pode ser derivado de moléculas de acetato que se transformam em acetil - CoA e depois em colesterol ou a partir de lipoproteínas de baixa densidade 80
  • cumarínico Acetamidoexanoico, ácido - Cicatrizante Acetato de eslicarbazepina - antiepiléptico Acetato de glatirâmero - Esclerose múltipla Acetazolamida