Back

ⓘ Fran Bošnjaković




                                     

ⓘ Fran Bošnjaković

Filho do químico e empresário 1865–1907, estudou a partir de 1919 construção naval e engenharia mecânica na Universidade Técnica de Zagreb TH Zagreb, onde foi aluno de, dentre outros, Stephen Timoshenko e Leopold Sorta 1891–1956. Em 1922 foi para a Universidade Técnica de Dresden TH Dresden, onde também trabalhou Leopold Carl Friedrich Merkel. De 1926 a 1928 foi assistente na TH Zagreb. Em 1928 obteve um doutorado na TH Dresden, com a tese Brennstoffanalyse mit Bombe, Manometer und Orsatapparat. Foi depois até 1933 wissenschaftlicher Mitarbeiter de Richard Mollier, com quem obteve em 1931 a habilitação com o trabalho Stoff- und Wärmeaustausch zwischen Dampf und Flüssigkeit.

Em 1933 foi professor na Universidade de Belgrado e em 1936 professor na Universidade de Zagreb.

Casou em 1935 em Belgrado com Zlata Luburic, com quem teve os filhos Srećko Bošnjaković 1937–2014; engenheiro e Branko Bošnjaković.

De 1942 a 1945 foi presidente da Associação Croata de Engenharia. Em 1945 foi repetidamente preso pelos comunistas e condenado a trabalhos forçados. Na primavera de 1947 foi reabilitado e nomeado reitor da Universidade de Zagreb em 1951/1952.

Em 1953 a Universidade Técnbica de Braunschweig nomeou-o professor como sucessor de Ernst Schmidt de termodinâmica Instituto de Engenharia Térmica e Laboratório de Máquinas. Foi eleito presidente do comitê de pesquisa de calor da Verein Deutscher Ingenieure VDI.

De 1961 a 1968 foi professor de termodinâmica na Universidade Técnica de Stuttgart. Seus alunos de Braunschweig Wolfgang Springe 1925-1996, Klaus Winkler nascido em 1930 em Bennungen e Klaus-Jürgen Mundo 1929-2016 o seguiram; também foram para lá Tarit Kumar Bose * 1938, Klaus Penski * 1931, Johann Algermissen 1928-2007, Hans Beer * 1932 e Knoche. Em 1 de abril de 1961 fundou o Institut für Thermodynamik der Flugtriebwerke inicialmente em uma cabana de madeira.

                                     

1. Trabalho

Franjo Bošnjaković deu sequência aos trabalhos de Rudolf Plank bem como de Mollier e Adolph Nägel em processos de combustão e parâmetros de combustível. Interessava-lhe cultivar bolhas de vapor, frequência de formação de bolhas e sua taxa de aumento. Na década de 1920 realizou pesquisas com Merkel sobre misturas de substâncias duplas. Como George Hartley Bryan, enfatizou o conceito de energia disponível para aplicações técnicas desde 1938 e demonstrou isso com muitos exemplos. Seu ex-colega de cela Zoran Rant que lidou com o Processo Solvay generalizou essas considerações e introduziu a partir de 1953 os termos exergia para habilidade de trabalho técnico e anergia, que formulam afirmações claras e memoráveis da Segunda lei da termodinâmica.

Recebeu a Medalha Grashof de 1969.

                                     

2. Publicações

  • com Karl Schiebl Oberingenieur, Nienburg/Saale: Wärmewirtschaft in der Zuckerindustrie ; 1939
  • Güte von Wärmeanlagen und die Leistungsregeln ; 1939
  • Nauka o toplini, svezak prvi, drugi i treći
  • com U. Renz, P. Burow: Mollier Enthalpy, Entropy Diagram of Water ; 1970
  • Zur Thermodynamik des Sonnenkollektors ; 1981
  • Verdampfung und Flüssigkeitsüberhitzung ; 1930
  • Technische Thermodynamik ; 2 Teile com Karl-Friedrich Knoche
  • Kampf den Nichtumkehrbarkeiten ; In: Archiv für Wärmewirtschaft und Dampfkesselwesen. Zeitschrift für Energiewirtschaft, Band 19; 1938
  • com F. Merkel: Diagramme und Tabellen zur Berechnung der Absorptions-Kältemaschinen ; 1930
  • Maschinenbau ; 3 Bände
  • com M. Viličić, B. Slipčević: Einheitliche Berechnung von Rekuperatoren ; 1951
  • Wärmediagramme für Vergasung, Verbrennung und Rußbildung
                                     

3. Bibliografia

  • . Accessed: 2017-04-25. Archived by WebCite® at
  • Literatura de e sobre Fran Bošnjaković no catálogo da Biblioteca Nacional da Alemanha