Back

ⓘ Billy Barty




Billy Barty
                                     

ⓘ Billy Barty

Barty, um ítalo-americano, nasceu em Millsboro, Pensilvânia. Ele contracenou com Mickey Rooney nos curtas mudos de Mickey McGuire, uma série de comédias infantis da década de 1920 similar no tom às comédias de "Our Gang" e "Little Rascals". Em The Gold Diggers of 1933, Barty, então com nove anos, apareceu no papel de um bebê que escapa do carrinho. Em função de sua estatura, muito de seu trabalho consistiu de pequenas partes, embora ele tenha aparecido com destaque em The Day of the Locust 1975, W. C. Fields and Me 1976, The Happy Hooker Goes To Washington 1977, Foul Play e The Lord of the Rings ambos de 1978, Under the Rainbow 1981, Night Patrol 1984, Legend 1985, Masters of the Universe 1987, Willow 1988, UHF 1989, Life Stinks e Radioland Murders 1994. Barty era conhecido por sua grande energia e entusiasmo em qualquer produção da qual participasse. Ele também fez uma notável interpretação do pianista Liberace. Ele se apresentou no grupo de comédia musical de Spike Jones nos palcos e na televisão.

Barty também estrelou um programa de televisão do Sul da Califórnia em meados da década de 1960, de nome "Billy Bartys Bigtop", que mostrava com frequência curtas dOs Três Patetas. Um dos três participantes do grupo, Moe Howard visitou-no programa na condição de convidado-surpresa. O programa deu a muitas crianças da região de Los Angeles a primeira oportunidade de se familiarizar com pessoas mais baixinhas, até então mais mostradas apenas como curiosidades.

Barty foi um grande ativista em favor das pessoas com nanismo. Ele se desapontou com a insistência de seu contemporâneo Hervé Villechaize de que eles eram anões em vez de apenas atores com nanismo.

Barty foi casado com Shirley Bolingbroke, de Idaho, de 1962 até a morte. Eles tiveram dois filhos. Ele e sua família faziam parte dA Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

                                     

1. Frases

  • "O nome de minha condição é hipoplasia cartilagem-cabelo, mas você pode me chamar de Billy."
  • "O público em geral pensa que todas as pessoas pequenas estão em circos ou em miniespetáculos. Nós temos médicos, enfermeiras, cobertos em todo campo."
                                     

2. Referência bibliográfica

  • Copeland, Michael and Debra 2002. Within Reach: An Inspirational Journey into the Life, Legacy and Influence of Billy Barty.: Xulon Press. ISBN 1-59160-391-9
                                     

3. Ligações externas

  • Billy Barty em inglês no Internet Broadway Database
  • Billy Barty em inglês no IMDb
  • Tribute by Mark Evanier
  • Official site, Billy Barty & Friends
  • Tribute to Barty from Meridian Magazine LDS periodical