Back

ⓘ Jacques van de Beuque




                                     

ⓘ Jacques van de Beuque

Jacques van de Beuque foi um artista plástico, designer, arquiteto de exposições e colecionador de arte francês que viajou durante 40 anos pelo Brasil para formar o acervo do maior museu de arte popular do país, o Museu Casa do Pontal, localizado no Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro.

Van de Beuque cursou Belas Artes em Lyon até o início da Segunda Guerra Mundial. Preso, foi enviado para Kiev, na Ucrânia, onde ficou por volta de dois anos. Fugiu da prisão em 1944 e, então, decidiu sair da Europa e vir para o Brasil em 1946, incentivado pelo pintor Candido Portinari.

No Brasil, ficou "fascinado pela arte popular brasileira", montou exposições e reuniu uma coleção com oito mil obras de 200 artistas de 24 estados brasileiros, o que mostra uma "maravilhosa história de amor ao Brasil", elevando "o artesanato brasileiro à categoria de arte popular brasileira". Com o desenvolvimento do seu trabalho, ele percebeu ser mediador entre diferentes camadas e segmentos sociais.

Para a nora de Van de Beuque e administradora do museu, Ângela Mascelani, o colecionador privilegiou obras que evocam o cotidiano, nem sempre preocupadas com a forma e funcionalidade.

Em 1976, organizou a mostra Arte Popular Brasileira no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.

                                     
  • produzidas com o uso de barro, madeira, tecido, areia, ferro, alumínio, miolo de pão, palha e arame. O acervo foi reunido por Jacques van de Beuque que também
  • AGUILAR, Nelson org. Mostra do Redescobrimento: arte popular. In: BEUQUE Jacques Van de Arte Popular Brasileira, p. 71. SWINGEWOOD, Alan. The Myth of Mass